Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O núcleo Norte da APCH na imprensa regional

Quinta-feira, 20.10.11

 

 

 

PODE LER-SE NO JORNAL www.labor.pt 

Apoio para crianças hiperativas 

A inauguração está marcada para novembro, mas S. João da Madeira alberga já a delegação do Norte da Associação Portuguesa da Criança Hiperactiva (APCH)

 

Todas as quartas-feiras à tarde, o núcleo que fica no terceiro piso da Casa das Associações estará aberto entre as 14h00 e as 18h00. Destina-se a receber pais e professores de crianças com Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA). No passado sábado, primeiro dia de portas abertas à comunidade, o labor foi falar com a responsável pelo núcleo. Mãe de uma criança com PHDA, Teresa Melo explicou que além do atendimento, o núcleo da associação pretende colocar em marcha um programa com sessões de esclarecimento abertas e gratuitas. Trata-se afinal de um sítio onde “as pessoas possam vir tirar dúvidas” e partilhar experiências, explicou Teresa Melo.

 

A Associação Portuguesa da Criança Hiperactiva não tem fins lucrativos, mas disponibiliza vários serviços gratuitos como a responsável explicou. A associação tem grupos de apoio e suporte familiar e disponibiliza serviços de psicologia e terapia. Além disso, dá apoio gratuito em contexto escolar, um projeto que já está em marcha, com o apoio da autarquia local, conforme a responsável explicou ao labor. “Estar atento é crescer melhor” intervém diretamente na sala de aula, com apoio especializado feito por técnicos e psicólogos.

 

De acordo com Teresa Melo, “o apoio transversal é fundamental para o sucesso destes miúdos”, ou seja, deve estender-se de casa à escola. “Nem toda a informação que passa está correta”, explica. Teresa Melo nota que muitas vezes os sintomas da patologia são confundidos com questões comportamentais e as crianças são tomadas como mal-educadas, impulsivas e más alunas. A importância do diagnóstico, da medicação ou da gestão familiar em tempos de férias podem ser alguns dos temas a abordar nas sessões de esclarecimento e debates que a delegação do norte está a preparar. A primeira, de apresentação, terá lugar no dia 28 deste mês, na Casa das Associações (junto do Centro Coordenador de Transportes).

 

Porquê em S. João da Madeira?

A delegação do Norte da APCH abriu em S. João da Madeira graças à iniciativa de Teresa Melo. Mãe de um menino de 10 anos, diagnosticado com PHDA há quatro anos e meio, foi por “necessidade” que entrou para a associação. Lembra que nesta área do país “não havia grande ajuda” e que foi da “vontade pessoal” que nasceu a delegação do Norte da APCH. “Juntei um grupo de mães e porque não abrir isto aqui?”, lembra.

 

Os associados da APCH pagam 20 euros de cotas anuais e têm direito a uma série de regalias, como preços especiais para consultas e apoio ao nível da Segurança Social e da burocracia nas escolas. Aqui podem usufruir sobretudo de apoio e esclarecimento de dúvidas. “Pais e professores precisam aprender a lidar com a responsabilidade”, explica a responsável.

A inauguração oficial da delegação do Norte da APCH está agendada para o mês de novembro.

 

Por: Liliana Guimarães 

 

 

E NESTE OUTRO TÍTULO  www.oregional.pt  

 

Por: Joana Gomes Costa

 

As famílias da zona norte com crianças com perturbação de hiperactividade e défice de atenção (PHDA) têm mais um apoio, com entrada em funcionamento do Núcleo de S. João da Madeira da Associação Portuguesa da Criança Hiperactiva. Promovendo apoio e acompanhamento de sócios e não sócios, este núcleo realiza a primeira sessão de esclarecimento já no dia 28 de Outubro.

A concretização do núcleo norte da Associação Portuguesa da Criança Hiperactiva (APCH), que tem instalações no 3.º piso da Casa das Associações em S. João da Madeira, surge da colaboração com a Câmara Municipal sanjoanense, que cedeu as instalações, como frisa Teresa Melo, residente em S. João da Madeira e coordenadora deste serviço, sublinhando que esta foi a “primeira vez que uma câmara municipal acreditou na ideia e fez crescer o projecto”.
Em declarações a ‘O Regional’, Teresa Melo – ela própria mãe duma criança portadora de PHDA – explicou que já tinha abordado este projecto junto de outras autarquias, mas foi em S. João da Madeira que encontrou a “abordagem positiva” que levou à sua concretização. Desta forma, este Núcleo da APCH vai trabalhar, no caso concreto do concelho sanjoanense, em articulação com a Câmara, entidade que encaminha para a associação os casos “sinalizados” nas escolas através dos serviços de apoio psico-pedagógico, mas cujo “suporte familiar” não esteja a ser feito.
O apoio e acompanhamento às famílias, assim como a informação à população escolar e geral são dois dos principais objectivos, dado os “muitos mitos” que ainda rodeiam estas crianças.
Embora esteja localizado em S. João da Madeira, este núcleo pretende abranger toda a zona norte.

Apoio gratuito

Teresa Melo sublinha que o objectivo a abrir este novo espaço é permitir que os pais da zona norte “possam usufruir de certas regalias” proporcionadas pela associação.
O Núcleo de S. João da Madeira da APCH vai prestar em permanência serviço gratuito e aberto a todos os sócios e não sócios em questões relacionadas com o acompanhamento de casos diagnosticados, em relações familiares, situações escolares de conflito e questões relacionadas com a Segurança Social. A associação ajuda assim as famílias com “aspectos mais burocráticos”, que são por vezes algo complexos.
Sob pedido, o Núcleo disponibiliza ainda consultas de diversas especialidades, serviço este que será pago, mas com preços especiais para sócios.
Nesta primeira fase, o Núcleo vai ter atendimento presencial apenas às quartas-feiras entre as 14h00 e as 18h00, estando os responsáveis disponíveis nos restantes dias para contacto via telefone ou e-mail. “Há sempre resposta”, garante a coordenadora.
Mais informações podem ser consultadas no blogue http://apch-norte.blogs.sapo.pt/.
O primeiro encontro promovido pelo Núcleo de S. João da Madeira da APCH está já marcado para dia 28 de Outubro. Com início pelas 19h00, esta acção, aberta a todos os interessados, realiza-se no 3.º piso da Casa das Associações (Centro Coordenador de Transportes), na Avenida Dr. Renato Araújo, em S. João da Madeira.

 

 O NÚCLEO NORTE DA APCH AGRADECE A DIVULGAÇÃO NESTE DOIS RECONHECIDOS JORNAIS DA CIDADE

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por energia-a-mais às 21:15





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031





comentários recentes